De outros

Assado de Londres: ainda se fortalecendo e liderando o caminho aos 10 anos de idade


Este restaurante Borough Market ainda é um pioneiro

Ovos escoceses eram incrustados em uma salsicha farta.

Assar estabeleceu-se como o principal restaurante de luxo na área de Borough Market e um ícone da produção britânica durante seus dez anos de existência. A comida e a cerveja locais são de rigor nos restaurantes britânicos modernos, é claro, mas o Roast estende esse objetivo para a busca mais misteriosa e, francamente arriscada, do vinho de mesa inglês. Assim Bolney Estate Pinot Noir, um desconhecido até mesmo para alguns enófilos, pode ser degustado no copo (e também passou no exame deste degustador, como uma vinícola promissora de se observar. Este vintage é um Vin de Bourgogne pesado que exibe o caráter varietal correto, mas poderia talvez adquira um pouco mais de finesse em safras futuras). Isso mostra coragem por parte do gerente Sergei Gubars em colocá-lo de forma tão central. Da mesma forma, o conhaque de maçã Somerset (feito internamente). Estou muito feliz em ver os produtores de sidra colhendo as sinergias da destilação que os normandos fizeram com o Calvados, mas será necessário o peso de compradores como a Roast para impulsioná-los.

O Roast serve café da manhã e almoço. Aqui, revisamos apenas o último. A primeira coisa a saber é o quão popular é. Chegue cedo ou reserve. Em segundo lugar, é um público de escritório mais 'adequado' do que eu esperava. Só esperava que o Roast fosse mais bucólico, barbudo e jovem, talvez por causa da localização. Terceiro, você pode gastar muito ou modestamente, dependendo de como você trata o cardápio. As porções são enormes, então você pode economizar muito, mas ainda assim ter um almoço farto pedindo aperitivos e dividindo o prato principal - se você tiver esse nível de intimidade com garfo e faca. Em quarto lugar, a profundidade e a amplitude do abastecimento local são um exemplo para outros restaurantes em Londres.


Começamos com a sopa de abóbora que, embora não fosse iconoclasta como receita, era saborosa na hora e adequada para os dias frios do início da primavera. Um aperitivo de pato apimentado era um pouco pegajoso. No entanto, o ovo escocês era uma versão melhor do que os livros didáticos, com gemas douradas saborosas e salsicha saudável. Meu prato principal, salsicha de cordeiro com purê de batata (caprichosamente descrito no cheque como “Salsicha Set”), era ricamente saboroso, admiravelmente temperado e recheio. Os pratos saborosos no Roast parecem se encaixar prontamente na categoria de comida caseira, em vez de abrir novos caminhos.

Uma sobremesa de pão-de-ló com sorvete de morango era um pedaço de pão-de-ló e uma bola de sorvete excelente envolto em molho de framboesa. Ao todo, muito satisfatório e garantindo uma longa caminhada pelo Borough Market para queimar as calorias.

A carta de vinhos, destilados e cervejas é uma das mais iluminadas de Londres. Não mostra nenhuma deferência a rótulos bem promovidos e uma visão excepcional da indústria do vinho e do cenário da cerveja artesanal inglesa.

Tudo isso é filho de Iqbal Wahhab, OBE, que veio do Paquistão para a Inglaterra com apenas oito meses. Ele se formou na LSE e teve uma carreira empresarial de sucesso, fundando e vendendo a Tandoori Magazine e o Cinnamon Club antes de abocanhar uma unidade de armazenamento decrépita no Borough Market em um leilão e transformá-la em Roast. Os resultados falam por si, principalmente a capacidade do Roast de se reinventar e permanecer relevante.


Então, eu provei um monte deles no KFWE em Miami e passei o tempo todo degustando vinhos que me faziam chorar. Quer dizer, eles eram tão dolorosos, tudo que eu poderia escrever era NÃO. Algumas escrevi bem e outras coisas boas. No geral, os vinhos israelenses eram intragáveis ​​e tão dolorosos que tive de voltar à mesa francesa apenas para limpar o paladar. Continua a me deixar triste ver esse potencial jogado fora para atender o mínimo denominador comum absoluto & # 8211 vinhos frutados, ruidosos e ousados.

Infelizmente, Cellar Capcanes continua sua espiral descendente. O 2018 Capcanes Peraj Petita não é nada bom. Muito melhor do que 2017 ou 2016, mas isso não quer dizer muito. É tão triste ver uma franquia tão histórica sendo jogada fora pelo que eu só posso imaginar é a necessidade de um novo enólogo para deixar sua marca.

Domaine Netofa continua a esmagá-lo e, graças a Deus, está vendendo bem aqui nos EUA, o que significa que posso parar de roubar o Netofa de Israel! O 2015 Chateau Tour Seran também foi adorável, enquanto o Chateau Rollan de By foi OK, enquanto o Chateau Haut Condissas 2015 se mostrou muito melhor do que na França. A coleção 2018 Pacifica Riesling, Evan & # 8217s foi legal, mas foi menos impressionante do que a safra de 2017, pelo menos até agora.

Na degustação, as rosas brancas de 2017 e as rosas de 2018 estavam todas mortas, pare de comprá-las. Caramba, mesmo muitos dos brancos mais simples de 2018 eram dolorosos.

Então, aqui estão minhas últimas notas antes do resumo de fim de ano e os melhores posts que espero postar em breve! Esses vinhos são uma mistura de vinhos que provei no KFWE Miami e outros vinhos que provei no mês passado ou mais, desde meu retorno da França. Eu queria manter isso simples, então as notas do vinho seguem abaixo - a explicação de minhas “pontuações” pode ser encontrada aqui:

2018 Capcanes Peraj Petita & # 8211 Pontuação: 87
Este vinho é uma mistura de 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot e 15% Syrah. Este vinho está maduro muito maduro, com amora preta, carregada de fruta escura e sombria, notas florais e erva, e urze. A boca neste vinho de corpo médio é doce, maduro e semelhante a uma tâmara, com cereja escura, doce de framboesa cristalizada, fumo, frutas pretas cristalizadas e notas doces em abundância. A torrada, a terra, a fruta doce e o fumo têm um final longo. Ir em frente.

2018 Capcanes Peraj Petita & # 8211 Pontuação: 89 (Mevushal)
Este vinho é uma mistura de 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot e 15% Syrah. Este vinho é muito melhor do que a versão não Mevushal. Na verdade, este vinho mostra-se menos maduro, com amora preta, carregada de fruta vermelha, notas florais e erva, e carvalho. A boca neste vinho de corpo médio é muito menos doce, com cereja escura, framboesa doce, fumo, fruta preta cristalizada, com bom tanino e boa acidez. O final é longo, ligeiramente verde, esfumaçado e herbáceo, com tosta e fruta vermelha. Muito interessante como o mevushal está menos maduro, vai entender. Beba agora.

2018 Domaine Netofa Latour, branco & # 8211 Pontuação: 92+ (Super QPR)
Uau, que vinho adorável, este vinho é 100% Chenin Blanc envelhecido 10 meses em barricas de carvalho. O nariz neste vinho é puro paraíso, mas é lento para abrir, uma vez que o faz, o vinho é adorável com muitas notas florais, flores amarelas, flor de laranjeira, rosa mosqueta e lindas frutas brancas, pêra, pêssego e fumaça / brinde. A boca neste vinho de corpo médio é adorável, com grande acidez, límpida e presente, com camadas de fruta doce e seca, com amêndoas cristalizadas e tostadas, avelãs, com feno e palha, seguidas de notas florais, melão azedo, erva-cidreira, abundância de cítricos, maçã amarela, marmelo, maçã assada e grama seca e terra, adorável! O final é longo, seco, azedo e carregado de caramelo, com torradas, fumo, gengibre e maçapão, Bravo !! Beba de 2021 a 2025.

2018 Pacifica Riesling, Evan e coleção # 8217s & # 8211 Pontuação: 90 (QPR)
Este é um vinho mais seco que o vintage de 2017, mas falta o nível de gasolina e funk de 2017, ainda um bom vinho. O nariz neste vinho é quase seco, com lindas notas de notas florais e muito melão, frutas doces e caroço fruta. A boca neste vinho de corpo médio é agradável, com adorável cerne, notas de sal, com notas de petróleo, flores secas, com adorável pêssego, goiaba e muito cítrico e mineral. O final é longo, seco, com notas de notas doces, funk e cerne que é divertido. Agradável. Beba até 2022. Leia o resto desta entrada & rarr

Compartilhar isso:

Assim:


Então, eu provei um monte deles no KFWE em Miami e passei o tempo todo degustando vinhos que me faziam chorar. Quer dizer, eles eram tão dolorosos, tudo que eu poderia escrever era NÃO. Algumas escrevi bem e outras coisas boas. No geral, os vinhos israelenses eram intragáveis ​​e tão dolorosos que tive de voltar à mesa francesa apenas para limpar o paladar. Continua a me deixar triste ver esse potencial jogado fora para atender ao mínimo denominador comum absoluto & # 8211 vinhos frutados, ruidosos e impetuosos.

Infelizmente, Cellar Capcanes continua sua espiral descendente. O 2018 Capcanes Peraj Petita não é nada bom. Muito melhor do que 2017 ou 2016, mas isso não quer dizer muito. É tão triste ver uma franquia tão histórica sendo jogada fora pelo que eu só posso imaginar é a necessidade de um novo enólogo para deixar sua marca.

Domaine Netofa continua a esmagá-lo e, graças a Deus, está vendendo bem aqui nos EUA, o que significa que posso parar de roubar o Netofa de Israel! O 2015 Chateau Tour Seran também foi adorável, enquanto o Chateau Rollan de By foi OK, enquanto o Chateau Haut Condissas 2015 se mostrou muito melhor do que na França. A coleção 2018 Pacifica Riesling, Evan & # 8217s foi legal, mas foi menos impressionante do que a safra de 2017, pelo menos até agora.

Na degustação, as rosas brancas de 2017 e as rosas de 2018 estavam todas mortas, pare de comprá-las. Caramba, mesmo muitos dos brancos mais simples de 2018 eram dolorosos.

Então, aqui estão minhas últimas notas antes do resumo de fim de ano e os melhores posts que espero postar em breve! Esses vinhos são uma mistura de vinhos que provei no KFWE Miami e outros vinhos que provei no mês passado ou mais, desde meu retorno da França. Eu queria manter isso simples, então as notas do vinho seguem abaixo - a explicação de minhas “pontuações” pode ser encontrada aqui:

2018 Capcanes Peraj Petita & # 8211 Pontuação: 87
Este vinho é uma mistura de 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot e 15% Syrah. Este vinho está maduro muito maduro, com amora preta, carregada de fruta escura e sombria, notas florais e erva, e urze. A boca neste vinho de corpo médio é doce, maduro e semelhante a uma tâmara, com cereja escura, framboesa cristalizada doce, fumo, frutas pretas cristalizadas e notas doces em abundância. A torrada, a terra, a fruta doce e o fumo têm um final longo. Ir em frente.

2018 Capcanes Peraj Petita & # 8211 Pontuação: 89 (Mevushal)
Este vinho é uma mistura de 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot e 15% Syrah. Este vinho é muito melhor do que a versão não Mevushal. Na verdade, este vinho mostra-se menos maduro, com amora preta, carregada de fruta vermelha, notas florais e erva, e carvalho. A boca neste vinho de corpo médio é muito menos doce, com cereja escura, framboesa doce, fumo, fruta preta cristalizada, com bom tanino e boa acidez. O final é longo, ligeiramente verde, esfumaçado e herbáceo, com tosta e fruta vermelha. Muito interessante como o mevushal está menos maduro, imagine. Beba agora.

2018 Domaine Netofa Latour, branco & # 8211 Pontuação: 92+ (Super QPR)
Uau, que vinho adorável, este vinho é 100% Chenin Blanc envelhecido 10 meses em barricas de carvalho. O nariz neste vinho é puro paraíso, mas é lento para abrir, uma vez que o faz, o vinho é adorável com muitas notas florais, flores amarelas, flor de laranjeira, rosa mosqueta e lindas frutas brancas, pêra, pêssego e fumaça / brinde. A boca neste vinho de corpo médio é adorável, com grande acidez, límpida e presente, com camadas de fruta doce e seca, com amêndoas cristalizadas e tostadas, avelãs, com feno e palha, seguidas de notas florais, melão azedo, erva-cidreira, abundância de cítricos, maçã amarela, marmelo, maçã assada e grama seca e terra, adorável! O final é longo, seco, azedo e carregado de caramelo, com torradas, fumo, gengibre e maçapão, Bravo !! Beba de 2021 a 2025.

2018 Pacifica Riesling, Evan e coleção # 8217s & # 8211 Pontuação: 90 (QPR)
Este é um vinho mais seco do que a safra de 2017, mas falta o nível de gasolina e funk de 2017, ainda um bom vinho. O nariz neste vinho é quase seco, com lindas notas de notas florais e muito melão, frutas doces e caroço fruta. A boca neste vinho de corpo médio é agradável, com adorável cerne, notas de sal, com notas de petróleo, flores secas, com adorável pêssego, goiaba e muito cítrico e mineral. O final é longo, seco, com notas de notas doces, funk e cerne que é divertido. Agradável. Beba até 2022. Leia o resto desta entrada & rarr

Compartilhar isso:

Assim:


Então, eu provei um monte deles no KFWE em Miami e passei o tempo todo degustando vinhos que me faziam chorar. Quer dizer, eles eram tão dolorosos, tudo que eu poderia escrever era NÃO. Algumas escrevi bem e outras coisas boas. No geral, os vinhos israelenses eram intragáveis ​​e tão dolorosos que tive de voltar à mesa francesa apenas para limpar o paladar. Continua a me deixar triste ver esse potencial jogado fora para atender o mínimo denominador comum absoluto & # 8211 vinhos frutados, ruidosos e ousados.

Infelizmente, Cellar Capcanes continua sua espiral descendente. O 2018 Capcanes Peraj Petita não é nada bom. Muito melhor do que 2017 ou 2016, mas isso não quer dizer muito. É tão triste ver uma franquia tão histórica sendo jogada fora pelo que eu só posso imaginar é a necessidade de um novo enólogo para deixar sua marca.

Domaine Netofa continua a esmagá-lo e, graças a Deus, está vendendo bem aqui nos EUA, o que significa que posso parar de roubar o Netofa de Israel! O 2015 Chateau Tour Seran também foi adorável, enquanto o Chateau Rollan de By foi OK, enquanto o Chateau Haut Condissas 2015 se mostrou muito melhor do que na França. O 2018 Pacifica Riesling, Evan & # 8217s Collection foi legal, mas foi menos impressionante do que o vintage de 2017, pelo menos até agora.

Na degustação, as rosas brancas de 2017 e as rosas de 2018 estavam todas mortas, pare de comprá-las. Caramba, mesmo muitos dos brancos mais simples de 2018 eram dolorosos.

Então, aqui estão minhas últimas notas antes do resumo de fim de ano e os melhores posts que espero postar em breve! Esses vinhos são uma mistura de vinhos que provei no KFWE Miami e outros vinhos que provei no último mês ou mais, desde meu retorno da França. Eu queria manter isso simples, então as notas do vinho seguem abaixo - a explicação de minhas “pontuações” pode ser encontrada aqui:

2018 Capcanes Peraj Petita & # 8211 Pontuação: 87
Este vinho é uma mistura de 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot e 15% Syrah. Este vinho está maduro muito maduro, com amora preta, carregada de fruta escura e sombria, notas florais e erva, e urze. A boca neste vinho de corpo médio é doce, maduro e semelhante a uma tâmara, com cereja escura, framboesa cristalizada doce, fumo, frutas pretas cristalizadas e notas doces em abundância. A torrada, a terra, a fruta doce e o fumo têm um final longo. Ir em frente.

2018 Capcanes Peraj Petita & # 8211 Pontuação: 89 (Mevushal)
Este vinho é uma mistura de 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot e 15% Syrah. Este vinho é muito melhor do que a versão não Mevushal. Na verdade, este vinho mostra-se menos maduro, com amora preta, carregada de fruta vermelha, notas florais e erva, e carvalho. A boca neste vinho de corpo médio é muito menos doce, com cereja escura, framboesa doce, fumo, fruta preta cristalizada, com bom tanino e boa acidez. O final é longo, ligeiramente verde, esfumaçado e herbáceo, com tosta e fruta vermelha. Muito interessante como o mevushal está menos maduro, imagine. Beba agora.

2018 Domaine Netofa Latour, branco & # 8211 Pontuação: 92+ (Super QPR)
Uau, que vinho adorável, este vinho é 100% Chenin Blanc envelhecido 10 meses em barricas de carvalho. O nariz neste vinho é puro paraíso, mas é lento para abrir, uma vez que o faz, o vinho é adorável com muitas notas florais, flores amarelas, flor de laranjeira, rosa mosqueta e lindas frutas brancas, pêra, pêssego e fumaça / brinde. A boca neste vinho de corpo médio é adorável, com grande acidez, límpida e presente, com camadas de fruta doce e seca, com amêndoas cristalizadas e tostadas, avelãs, com feno e palha, seguidas de notas florais, melão azedo, erva-cidreira, abundância de cítricos, maçã amarela, marmelo, maçã assada e grama seca e terra, adorável! O final é longo, seco, azedo e carregado de caramelo, com torradas, fumo, gengibre e maçapão, Bravo !! Beba de 2021 a 2025.

2018 Pacifica Riesling, Evan e coleção # 8217s & # 8211 Pontuação: 90 (QPR)
Este é um vinho mais seco que o vintage de 2017, mas falta o nível de gasolina e funk de 2017, ainda um bom vinho. O nariz neste vinho é quase seco, com lindas notas de notas florais e muito melão, frutas doces e caroço fruta. A boca neste vinho de corpo médio é agradável, com adorável cerne, notas de sal, com notas de petróleo, flores secas, com adorável pêssego, goiaba e muito cítrico e mineral. O final é longo, seco, com notas de notas doces, funk e cerne que é divertido. Agradável. Beba até 2022. Leia o resto desta entrada & rarr

Compartilhar isso:

Assim:


Então, eu provei um monte deles no KFWE em Miami e passei o tempo todo degustando vinhos que me faziam chorar. Quer dizer, eles eram tão dolorosos, tudo que eu poderia escrever era NÃO. Algumas escrevi bem e outras coisas boas. No geral, os vinhos israelenses eram intragáveis ​​e tão dolorosos que tive de voltar à mesa francesa apenas para limpar o paladar. Continua a me deixar triste ver esse potencial jogado fora para atender ao mínimo denominador comum absoluto & # 8211 vinhos frutados, ruidosos e impetuosos.

Infelizmente, Cellar Capcanes continua sua espiral descendente. O 2018 Capcanes Peraj Petita não é nada bom. Muito melhor do que 2017 ou 2016, mas isso não quer dizer muito. É tão triste ver uma franquia tão histórica sendo jogada fora pelo que eu só posso imaginar é a necessidade de um novo enólogo para deixar sua marca.

Domaine Netofa continua a esmagá-lo e, graças a Deus, está vendendo bem aqui nos EUA, então isso significa que posso parar de roubar o Netofa de Israel! O 2015 Chateau Tour Seran também foi adorável, enquanto o Chateau Rollan de By foi OK, enquanto o Chateau Haut Condissas 2015 se mostrou muito melhor do que na França. O 2018 Pacifica Riesling, Evan & # 8217s Collection foi legal, mas foi menos impressionante do que o vintage de 2017, pelo menos até agora.

Na degustação, as rosas brancas de 2017 e as rosas de 2018 estavam todas mortas, pare de comprá-las. Caramba, mesmo muitos dos brancos mais simples de 2018 eram dolorosos.

Então, aqui estão minhas últimas notas antes do resumo de fim de ano e os melhores posts que espero postar em breve! Esses vinhos são uma mistura de vinhos que provei no KFWE Miami e outros vinhos que provei no mês passado ou mais, desde meu retorno da França. Eu queria manter isso simples, então as notas do vinho seguem abaixo - a explicação de minhas “pontuações” pode ser encontrada aqui:

2018 Capcanes Peraj Petita & # 8211 Pontuação: 87
Este vinho é uma mistura de 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot e 15% Syrah. Este vinho está maduro muito maduro, com amora preta, carregada de fruta escura e sombria, notas florais e erva, e urze. A boca neste vinho de corpo médio é doce, maduro e semelhante a uma tâmara, com cereja escura, doce de framboesa cristalizada, fumo, frutas pretas cristalizadas e notas doces em abundância. A torrada, a terra, a fruta doce e o fumo têm um final longo. Ir em frente.

2018 Capcanes Peraj Petita & # 8211 Pontuação: 89 (Mevushal)
Este vinho é uma mistura de 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot e 15% Syrah. Este vinho é muito melhor do que a versão não Mevushal. Na verdade, este vinho mostra-se menos maduro, com amora preta, carregada de fruta vermelha, notas florais e erva, e carvalho. A boca neste vinho de corpo médio é muito menos doce, com cereja escura, framboesa doce, fumo, fruta preta cristalizada, com bom tanino e boa acidez. O final é longo, ligeiramente verde, esfumaçado e herbáceo, com tosta e fruta vermelha. Muito interessante como o mevushal está menos maduro, vai entender. Beba agora.

2018 Domaine Netofa Latour, branco & # 8211 Pontuação: 92+ (Super QPR)
Uau, que vinho adorável, este vinho é 100% Chenin Blanc envelhecido 10 meses em barricas de carvalho. O nariz neste vinho é puro paraíso, mas é lento para abrir, uma vez que o faz, o vinho é adorável com muitas notas florais, flores amarelas, flor de laranjeira, rosa mosqueta e adorável fruta branca, pêra, pêssego e fumaça / brinde. A boca neste vinho de corpo médio é adorável, com grande acidez, límpida e presente, com camadas de fruta doce e seca, com amêndoas cristalizadas e tostadas, avelãs, com feno e palha, seguidas de notas florais, melão azedo, erva-cidreira, abundância de cítricos, maçã amarela, marmelo, maçã assada e grama seca e terra, adorável! O final é longo, seco, azedo e carregado de caramelo, com torradas, fumo, gengibre e maçapão, Bravo !! Beba de 2021 a 2025.

2018 Pacifica Riesling, Evan e coleção # 8217s & # 8211 Pontuação: 90 (QPR)
Este é um vinho mais seco que o vintage de 2017, mas falta o nível de gasolina e funk de 2017, ainda um bom vinho. O nariz neste vinho é quase seco, com lindas notas de notas florais e muito melão, frutas doces e caroço fruta. A boca neste vinho de corpo médio é agradável, com adorável cerne, notas de sal, com notas de petróleo, flores secas, com adorável pêssego, goiaba e muito cítrico e mineral. O final é longo, seco, com notas de notas doces, funk e cerne que é divertido. Agradável. Beba até 2022. Leia o resto desta entrada & rarr

Compartilhar isso:

Assim:


Então, eu provei um monte deles no KFWE em Miami e passei o tempo todo lá degustando vinhos que me faziam chorar. Quer dizer, eles eram tão dolorosos, tudo que eu poderia escrever era NÃO. Algumas escrevi bem e outras coisas boas. No geral, os vinhos israelenses eram intragáveis ​​e tão dolorosos que tive de voltar à mesa francesa apenas para limpar o paladar. Continua a me deixar triste ver esse potencial jogado fora para atender o mínimo denominador comum absoluto & # 8211 vinhos frutados, ruidosos e ousados.

Infelizmente, Cellar Capcanes continua sua espiral descendente. O 2018 Capcanes Peraj Petita não é nada bom. Muito melhor do que 2017 ou 2016, mas isso não quer dizer muito. É tão triste ver uma franquia tão histórica sendo jogada fora pelo que eu só posso imaginar é a necessidade de um novo enólogo para deixar sua marca.

Domaine Netofa continua a esmagá-lo e, graças a Deus, está vendendo bem aqui nos EUA, então isso significa que posso parar de roubar o Netofa de Israel! O 2015 Chateau Tour Seran também foi adorável, enquanto o Chateau Rollan de By foi OK, enquanto o Chateau Haut Condissas 2015 se mostrou muito melhor do que na França. O 2018 Pacifica Riesling, Evan & # 8217s Collection foi legal, mas foi menos impressionante do que o vintage de 2017, pelo menos até agora.

Na degustação, as rosas brancas de 2017 e as rosas de 2018 estavam todas mortas, pare de comprá-las. Caramba, mesmo muitos dos brancos mais simples de 2018 eram dolorosos.

Então, aqui estão minhas últimas notas antes do resumo de fim de ano e os melhores posts que espero postar em breve! Esses vinhos são uma mistura de vinhos que provei no KFWE Miami e outros vinhos que provei no último mês ou mais, desde meu retorno da França. Eu queria manter isso simples, então as notas do vinho seguem abaixo - a explicação de minhas “pontuações” pode ser encontrada aqui:

2018 Capcanes Peraj Petita & # 8211 Pontuação: 87
Este vinho é uma mistura de 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot e 15% Syrah. Este vinho está maduro muito maduro, com amora preta, carregada de fruta escura e sombria, notas florais e erva, e urze. A boca neste vinho de corpo médio é doce, maduro e semelhante a uma tâmara, com cereja escura, framboesa cristalizada doce, fumo, frutas pretas cristalizadas e notas doces em abundância. A torrada, a terra, a fruta doce e o fumo têm um final longo. Ir em frente.

2018 Capcanes Peraj Petita & # 8211 Pontuação: 89 (Mevushal)
Este vinho é uma mistura de 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot e 15% Syrah. Este vinho é muito melhor do que a versão não Mevushal. Na verdade, este vinho mostra-se menos maduro, com amora preta, carregada de fruta vermelha, notas florais e erva, e carvalho. A boca neste vinho de corpo médio é muito menos doce, com cereja escura, framboesa doce, fumo, fruta preta cristalizada, com bom tanino e boa acidez. O final é longo, ligeiramente verde, esfumaçado e à base de ervas, com tosta e fruta vermelha. Muito interessante como o mevushal está menos maduro, vai entender. Beba agora.

2018 Domaine Netofa Latour, branco & # 8211 Pontuação: 92+ (Super QPR)
Uau, que vinho adorável, este vinho é 100% Chenin Blanc envelhecido 10 meses em barricas de carvalho. O nariz neste vinho é puro paraíso, mas é lento para abrir, uma vez que o faz, o vinho é adorável com muitas notas florais, flores amarelas, flor de laranjeira, rosa mosqueta e lindas frutas brancas, pêra, pêssego e fumaça / brinde. A boca neste vinho de corpo médio é adorável, com grande acidez, límpida e presente, com camadas de fruta doce e seca, com amêndoas cristalizadas e tostadas, avelãs, com feno e palha, seguidas de notas florais, melão azedo, erva-cidreira, abundância de cítricos, maçã amarela, marmelo, maçã assada e grama seca e terra, adorável! O final é longo, seco, azedo e carregado de caramelo, com torradas, fumo, gengibre e maçapão, Bravo !! Beba de 2021 a 2025.

2018 Pacifica Riesling, Evan e coleção # 8217s & # 8211 Pontuação: 90 (QPR)
Este é um vinho mais seco que o vintage de 2017, mas falta o nível de gasolina e funk de 2017, ainda um bom vinho. O nariz neste vinho é quase seco, com lindas notas de notas florais e muito melão, frutas doces e caroço fruta. A boca neste vinho de corpo médio é agradável, com adorável miolo, notas de sal, com notas de gasolina, flores secas, com adorável pêssego, goiaba e muito cítrico e mineral. O final é longo, seco, com notas de notas doces, funk e cerne que é divertido. Agradável. Beba até 2022. Leia o resto desta entrada & rarr

Compartilhar isso:

Assim:


Então, eu provei um monte deles no KFWE em Miami e passei o tempo todo lá degustando vinhos que me faziam chorar. Quer dizer, eles eram tão dolorosos, tudo que eu poderia escrever era NÃO. Algumas escrevi bem e outras coisas boas. No geral, os vinhos israelenses eram intragáveis ​​e tão dolorosos que tive de voltar à mesa francesa apenas para limpar o paladar. Continua a me deixar triste ver esse potencial jogado fora para atender ao mínimo denominador comum absoluto & # 8211 vinhos frutados, ruidosos e impetuosos.

Infelizmente, Cellar Capcanes continua sua espiral descendente. O 2018 Capcanes Peraj Petita não é nada bom. Muito melhor do que 2017 ou 2016, mas isso não quer dizer muito. É tão triste ver uma franquia tão histórica sendo jogada fora pelo que eu só posso imaginar é a necessidade de um novo enólogo para deixar sua marca.

Domaine Netofa continua a esmagá-lo e, graças a Deus, está vendendo bem aqui nos EUA, o que significa que posso parar de roubar o Netofa de Israel! O 2015 Chateau Tour Seran também foi adorável, enquanto o Chateau Rollan de By foi OK, enquanto o Chateau Haut Condissas 2015 se mostrou muito melhor do que na França. O 2018 Pacifica Riesling, Evan & # 8217s Collection foi legal, mas foi menos impressionante do que o vintage de 2017, pelo menos até agora.

Na degustação, as rosas brancas de 2017 e as rosas de 2018 estavam todas mortas, pare de comprá-las. Caramba, mesmo muitos dos brancos mais simples de 2018 eram dolorosos.

Então, aqui estão minhas últimas notas antes do resumo de fim de ano e os melhores posts que espero postar em breve! Esses vinhos são uma mistura de vinhos que provei no KFWE Miami e outros vinhos que provei no último mês ou mais, desde meu retorno da França. Eu queria manter isso simples, então as notas do vinho seguem abaixo - a explicação de minhas “pontuações” pode ser encontrada aqui:

2018 Capcanes Peraj Petita & # 8211 Pontuação: 87
Este vinho é uma mistura de 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot e 15% Syrah. Este vinho está maduro muito maduro, com amora preta, carregada de fruta escura e sombria, notas florais e erva, e urze. A boca neste vinho de corpo médio é doce, maduro e semelhante a uma tâmara, com cereja escura, framboesa cristalizada doce, fumo, frutas pretas cristalizadas e notas doces em abundância. A torrada, a terra, a fruta doce e o fumo têm um final longo. Ir em frente.

2018 Capcanes Peraj Petita & # 8211 Pontuação: 89 (Mevushal)
Este vinho é uma mistura de 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot e 15% Syrah. Este vinho é muito melhor do que a versão não Mevushal. Na verdade, este vinho mostra-se menos maduro, com amora preta, carregada de fruta vermelha, notas florais e erva, e carvalho. A boca neste vinho de corpo médio é muito menos doce, com cereja escura, framboesa doce, fumo, fruta preta cristalizada, com bom tanino e boa acidez. O final é longo, ligeiramente verde, esfumaçado e herbáceo, com tosta e fruta vermelha. Muito interessante como o mevushal está menos maduro, vai entender. Beba agora.

2018 Domaine Netofa Latour, branco & # 8211 Pontuação: 92+ (Super QPR)
Uau, que vinho adorável, este vinho é 100% Chenin Blanc envelhecido 10 meses em barricas de carvalho. O nariz neste vinho é puro paraíso, mas é lento para abrir, uma vez que o faz, o vinho é adorável com muitas notas florais, flores amarelas, flor de laranjeira, rosa mosqueta e lindas frutas brancas, pêra, pêssego e fumaça / brinde. A boca neste vinho de corpo médio é adorável, com grande acidez, límpida e presente, com camadas de fruta doce e seca, com amêndoas cristalizadas e tostadas, avelãs, com feno e palha, seguidas de notas florais, melão azedo, erva-cidreira, abundância de cítricos, maçã amarela, marmelo, maçã assada e grama seca e terra, adorável! O final é longo, seco, azedo e carregado de caramelo, com torradas, fumo, gengibre e maçapão, Bravo !! Beba de 2021 a 2025.

2018 Pacifica Riesling, Evan e coleção # 8217s & # 8211 Pontuação: 90 (QPR)
Este é um vinho mais seco que o vintage de 2017, mas falta o nível de gasolina e funk de 2017, ainda um bom vinho. O nariz neste vinho é quase seco, com lindas notas de notas florais e muito melão, frutas doces e caroço fruta. A boca neste vinho de corpo médio é agradável, com adorável cerne, notas de sal, com notas de petróleo, flores secas, com adorável pêssego, goiaba e muito cítrico e mineral. O final é longo, seco, com notas de notas doces, funk e cerne que é divertido. Agradável. Beba até 2022. Leia o resto desta entrada & rarr

Compartilhar isso:

Assim:


Então, eu provei um monte deles no KFWE em Miami e passei o tempo todo degustando vinhos que me faziam chorar. Quer dizer, eles eram tão dolorosos, tudo que eu poderia escrever era NÃO. Algumas escrevi bem e outras coisas boas. No geral, os vinhos israelenses eram intragáveis ​​e tão dolorosos que tive de voltar à mesa francesa apenas para limpar o paladar. Continua a me deixar triste ver esse potencial jogado fora para atender ao mínimo denominador comum absoluto & # 8211 vinhos frutados, ruidosos e impetuosos.

Infelizmente, Cellar Capcanes continua sua espiral descendente. O 2018 Capcanes Peraj Petita não é nada bom. Muito melhor do que 2017 ou 2016, mas isso não quer dizer muito. É tão triste ver uma franquia tão histórica sendo jogada fora pelo que eu só posso imaginar é a necessidade de um novo enólogo para deixar sua marca.

Domaine Netofa continua a esmagá-lo e, graças a Deus, está vendendo bem aqui nos EUA, o que significa que posso parar de roubar o Netofa de Israel! O 2015 Chateau Tour Seran também foi adorável, enquanto o Chateau Rollan de By foi OK, enquanto o Chateau Haut Condissas 2015 se mostrou muito melhor do que na França. O 2018 Pacifica Riesling, Evan & # 8217s Collection foi legal, mas foi menos impressionante do que o vintage de 2017, pelo menos até agora.

Na degustação, as rosas brancas de 2017 e as rosas de 2018 estavam todas mortas, pare de comprá-las. Caramba, mesmo muitos dos brancos mais simples de 2018 eram dolorosos.

Então, aqui estão minhas últimas notas antes do resumo de fim de ano e os melhores posts que espero postar em breve! These wines are a mix of wines I tasted at the KFWE Miami and other wines I tasted over the past month or so since my return from France. I wanted to keep this simple, so the wine notes follow below – the explanation of my “scores” can be found here:

2018 Capcanes Peraj Petita – Score: 87
This wine is a blend of 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot, and 15% Syrah. This wine is ripe really ripe, with dark blackberry, with loads of dark brooding fruit, floral notes, and herb, and heather. The mouth on this medium-bodied wine is sweet, ripe, and date-like, with dark cherry, sweet candied raspberry, smoke, candied black fruit, and sweet notes galore. The toast, earth, sweet fruit, and smoke finish long. Move on.

2018 Capcanes Peraj Petita – Score: 89 (Mevushal)
This wine is a blend of 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot, and 15% Syrah. This wine is far better than the not-Mevushal version. This wine is actually showing less ripe, with dark blackberry, with loads of red fruit, floral notes, and herb, and oak. The mouth on this medium-bodied wine is much less sweet, with dark cherry, sweet raspberry, smoke, candied black fruit, with nice tannin, and good acidity. The finish is long, slightly green, smoky, and herbal, with toast and red fruit. Very interesting how the mevushal is less ripe, go figure. Beba agora.

2018 Domaine Netofa Latour, White – Score: 92+ (Super QPR)
Wow, what a lovely wine, this wine is 100% Chenin Blanc aged 10 months in oak barrels. The nose on this wine is pure heaven, but it is slow to open, once it does, the wine is lovely with loads of floral notes, yellow flowers, orange blossom, rosehip, and lovely white fruit, pear, peach, and smoke/toast. The mouth on this medium-bodied wine is lovely, with great acidity, clear and present, with layers of sweet and dry fruit, with candied and toasted almonds, hazelnuts, with hay and straw, followed by floral notes, tart melon, lemongrass, citrus galore, yellow apple, quince, baked apple, and dry grass and earth, lovely! The finish is long, dry, tart, and butterscotch-laden, with toast, smoke, ginger, and marzipan, Bravo!! Drink from 2021 until 2025.

2018 Pacifica Riesling, Evan’s Collection – Score: 90 (QPR)
This is a drier wine than the 2017 vintage but it lacks the petrol level and funk of 2017, still a nice wine.The nose on this wine is almost dry, with lovely notes of floral notes and loads of melon, sweet fruits, and stone fruit. The mouth on this medium-bodied wine is nice with lovely pith, hints of saline, with hints of petrol, dry flowers, with lovely peach, guava, and loads of citrus and mineral. The finish is long, dry, with hints of sweet notes, funk, and pith that is fun. Agradável. Drink by 2022. Read the rest of this entry &rarr

Compartilhar isso:

Assim:


So, I tasted a bunch of these at the KFWE in Miami and I spent my entire time there tasting through wines that made me cry. I mean they were so painful, all I could write was NO. Some I wrote nice and some I wrote good stuff. Overall, the Israeli wines were undrinkable and so painful that I had to go back to the French table just to clean my palate. It continues to make me sad to see such potential thrown out to meet the absolute lowest common denominator – fruity, loud, and brash wines.

Sadly, Cellar Capcanes continues its downward spiral. The 2018 Capcanes Peraj Petita is not very good at all. Far better than 2017 or 2016, but that is not saying much. So sad, to see such a storied franchise being thrown away for what I can only guess is the need for a new winemaker to make her mark.

Domaine Netofa continues to crush it and thank goodness it is selling well here in the USA, so that means I can stop schlepping Netofa from Israel! The 2015 Chateau Tour Seran was also lovely while the Chateau Rollan de By was OK, while the 2015 Chateau Haut Condissas showed far better than it did in France. The 2018 Pacifica Riesling, Evan’s Collection was nice but it was less of a WOW than the 2017 vintage, at least so far anyway.

At the tasting, the 2017 whites and 2018 roses were all dead, please stop buying them. Heck, even many of the simpler 2018 whites were painful.

So, here are my last notes before the year-end roundup and best of posts that I will hopefully post soon! These wines are a mix of wines I tasted at the KFWE Miami and other wines I tasted over the past month or so since my return from France. I wanted to keep this simple, so the wine notes follow below – the explanation of my “scores” can be found here:

2018 Capcanes Peraj Petita – Score: 87
This wine is a blend of 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot, and 15% Syrah. This wine is ripe really ripe, with dark blackberry, with loads of dark brooding fruit, floral notes, and herb, and heather. The mouth on this medium-bodied wine is sweet, ripe, and date-like, with dark cherry, sweet candied raspberry, smoke, candied black fruit, and sweet notes galore. The toast, earth, sweet fruit, and smoke finish long. Move on.

2018 Capcanes Peraj Petita – Score: 89 (Mevushal)
This wine is a blend of 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot, and 15% Syrah. This wine is far better than the not-Mevushal version. This wine is actually showing less ripe, with dark blackberry, with loads of red fruit, floral notes, and herb, and oak. The mouth on this medium-bodied wine is much less sweet, with dark cherry, sweet raspberry, smoke, candied black fruit, with nice tannin, and good acidity. The finish is long, slightly green, smoky, and herbal, with toast and red fruit. Very interesting how the mevushal is less ripe, go figure. Beba agora.

2018 Domaine Netofa Latour, White – Score: 92+ (Super QPR)
Wow, what a lovely wine, this wine is 100% Chenin Blanc aged 10 months in oak barrels. The nose on this wine is pure heaven, but it is slow to open, once it does, the wine is lovely with loads of floral notes, yellow flowers, orange blossom, rosehip, and lovely white fruit, pear, peach, and smoke/toast. The mouth on this medium-bodied wine is lovely, with great acidity, clear and present, with layers of sweet and dry fruit, with candied and toasted almonds, hazelnuts, with hay and straw, followed by floral notes, tart melon, lemongrass, citrus galore, yellow apple, quince, baked apple, and dry grass and earth, lovely! The finish is long, dry, tart, and butterscotch-laden, with toast, smoke, ginger, and marzipan, Bravo!! Drink from 2021 until 2025.

2018 Pacifica Riesling, Evan’s Collection – Score: 90 (QPR)
This is a drier wine than the 2017 vintage but it lacks the petrol level and funk of 2017, still a nice wine.The nose on this wine is almost dry, with lovely notes of floral notes and loads of melon, sweet fruits, and stone fruit. The mouth on this medium-bodied wine is nice with lovely pith, hints of saline, with hints of petrol, dry flowers, with lovely peach, guava, and loads of citrus and mineral. The finish is long, dry, with hints of sweet notes, funk, and pith that is fun. Agradável. Drink by 2022. Read the rest of this entry &rarr

Compartilhar isso:

Assim:


So, I tasted a bunch of these at the KFWE in Miami and I spent my entire time there tasting through wines that made me cry. I mean they were so painful, all I could write was NO. Some I wrote nice and some I wrote good stuff. Overall, the Israeli wines were undrinkable and so painful that I had to go back to the French table just to clean my palate. It continues to make me sad to see such potential thrown out to meet the absolute lowest common denominator – fruity, loud, and brash wines.

Sadly, Cellar Capcanes continues its downward spiral. The 2018 Capcanes Peraj Petita is not very good at all. Far better than 2017 or 2016, but that is not saying much. So sad, to see such a storied franchise being thrown away for what I can only guess is the need for a new winemaker to make her mark.

Domaine Netofa continues to crush it and thank goodness it is selling well here in the USA, so that means I can stop schlepping Netofa from Israel! The 2015 Chateau Tour Seran was also lovely while the Chateau Rollan de By was OK, while the 2015 Chateau Haut Condissas showed far better than it did in France. The 2018 Pacifica Riesling, Evan’s Collection was nice but it was less of a WOW than the 2017 vintage, at least so far anyway.

At the tasting, the 2017 whites and 2018 roses were all dead, please stop buying them. Heck, even many of the simpler 2018 whites were painful.

So, here are my last notes before the year-end roundup and best of posts that I will hopefully post soon! These wines are a mix of wines I tasted at the KFWE Miami and other wines I tasted over the past month or so since my return from France. I wanted to keep this simple, so the wine notes follow below – the explanation of my “scores” can be found here:

2018 Capcanes Peraj Petita – Score: 87
This wine is a blend of 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot, and 15% Syrah. This wine is ripe really ripe, with dark blackberry, with loads of dark brooding fruit, floral notes, and herb, and heather. The mouth on this medium-bodied wine is sweet, ripe, and date-like, with dark cherry, sweet candied raspberry, smoke, candied black fruit, and sweet notes galore. The toast, earth, sweet fruit, and smoke finish long. Move on.

2018 Capcanes Peraj Petita – Score: 89 (Mevushal)
This wine is a blend of 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot, and 15% Syrah. This wine is far better than the not-Mevushal version. This wine is actually showing less ripe, with dark blackberry, with loads of red fruit, floral notes, and herb, and oak. The mouth on this medium-bodied wine is much less sweet, with dark cherry, sweet raspberry, smoke, candied black fruit, with nice tannin, and good acidity. The finish is long, slightly green, smoky, and herbal, with toast and red fruit. Very interesting how the mevushal is less ripe, go figure. Beba agora.

2018 Domaine Netofa Latour, White – Score: 92+ (Super QPR)
Wow, what a lovely wine, this wine is 100% Chenin Blanc aged 10 months in oak barrels. The nose on this wine is pure heaven, but it is slow to open, once it does, the wine is lovely with loads of floral notes, yellow flowers, orange blossom, rosehip, and lovely white fruit, pear, peach, and smoke/toast. The mouth on this medium-bodied wine is lovely, with great acidity, clear and present, with layers of sweet and dry fruit, with candied and toasted almonds, hazelnuts, with hay and straw, followed by floral notes, tart melon, lemongrass, citrus galore, yellow apple, quince, baked apple, and dry grass and earth, lovely! The finish is long, dry, tart, and butterscotch-laden, with toast, smoke, ginger, and marzipan, Bravo!! Drink from 2021 until 2025.

2018 Pacifica Riesling, Evan’s Collection – Score: 90 (QPR)
This is a drier wine than the 2017 vintage but it lacks the petrol level and funk of 2017, still a nice wine.The nose on this wine is almost dry, with lovely notes of floral notes and loads of melon, sweet fruits, and stone fruit. The mouth on this medium-bodied wine is nice with lovely pith, hints of saline, with hints of petrol, dry flowers, with lovely peach, guava, and loads of citrus and mineral. The finish is long, dry, with hints of sweet notes, funk, and pith that is fun. Agradável. Drink by 2022. Read the rest of this entry &rarr

Compartilhar isso:

Assim:


So, I tasted a bunch of these at the KFWE in Miami and I spent my entire time there tasting through wines that made me cry. I mean they were so painful, all I could write was NO. Some I wrote nice and some I wrote good stuff. Overall, the Israeli wines were undrinkable and so painful that I had to go back to the French table just to clean my palate. It continues to make me sad to see such potential thrown out to meet the absolute lowest common denominator – fruity, loud, and brash wines.

Sadly, Cellar Capcanes continues its downward spiral. The 2018 Capcanes Peraj Petita is not very good at all. Far better than 2017 or 2016, but that is not saying much. So sad, to see such a storied franchise being thrown away for what I can only guess is the need for a new winemaker to make her mark.

Domaine Netofa continues to crush it and thank goodness it is selling well here in the USA, so that means I can stop schlepping Netofa from Israel! The 2015 Chateau Tour Seran was also lovely while the Chateau Rollan de By was OK, while the 2015 Chateau Haut Condissas showed far better than it did in France. The 2018 Pacifica Riesling, Evan’s Collection was nice but it was less of a WOW than the 2017 vintage, at least so far anyway.

At the tasting, the 2017 whites and 2018 roses were all dead, please stop buying them. Heck, even many of the simpler 2018 whites were painful.

So, here are my last notes before the year-end roundup and best of posts that I will hopefully post soon! These wines are a mix of wines I tasted at the KFWE Miami and other wines I tasted over the past month or so since my return from France. I wanted to keep this simple, so the wine notes follow below – the explanation of my “scores” can be found here:

2018 Capcanes Peraj Petita – Score: 87
This wine is a blend of 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot, and 15% Syrah. This wine is ripe really ripe, with dark blackberry, with loads of dark brooding fruit, floral notes, and herb, and heather. The mouth on this medium-bodied wine is sweet, ripe, and date-like, with dark cherry, sweet candied raspberry, smoke, candied black fruit, and sweet notes galore. The toast, earth, sweet fruit, and smoke finish long. Move on.

2018 Capcanes Peraj Petita – Score: 89 (Mevushal)
This wine is a blend of 50% Grenache, 20% Tempranillo, 15% Merlot, and 15% Syrah. This wine is far better than the not-Mevushal version. This wine is actually showing less ripe, with dark blackberry, with loads of red fruit, floral notes, and herb, and oak. The mouth on this medium-bodied wine is much less sweet, with dark cherry, sweet raspberry, smoke, candied black fruit, with nice tannin, and good acidity. The finish is long, slightly green, smoky, and herbal, with toast and red fruit. Very interesting how the mevushal is less ripe, go figure. Beba agora.

2018 Domaine Netofa Latour, White – Score: 92+ (Super QPR)
Wow, what a lovely wine, this wine is 100% Chenin Blanc aged 10 months in oak barrels. The nose on this wine is pure heaven, but it is slow to open, once it does, the wine is lovely with loads of floral notes, yellow flowers, orange blossom, rosehip, and lovely white fruit, pear, peach, and smoke/toast. The mouth on this medium-bodied wine is lovely, with great acidity, clear and present, with layers of sweet and dry fruit, with candied and toasted almonds, hazelnuts, with hay and straw, followed by floral notes, tart melon, lemongrass, citrus galore, yellow apple, quince, baked apple, and dry grass and earth, lovely! The finish is long, dry, tart, and butterscotch-laden, with toast, smoke, ginger, and marzipan, Bravo!! Drink from 2021 until 2025.

2018 Pacifica Riesling, Evan’s Collection – Score: 90 (QPR)
This is a drier wine than the 2017 vintage but it lacks the petrol level and funk of 2017, still a nice wine.The nose on this wine is almost dry, with lovely notes of floral notes and loads of melon, sweet fruits, and stone fruit. The mouth on this medium-bodied wine is nice with lovely pith, hints of saline, with hints of petrol, dry flowers, with lovely peach, guava, and loads of citrus and mineral. The finish is long, dry, with hints of sweet notes, funk, and pith that is fun. Agradável. Drink by 2022. Read the rest of this entry &rarr

Compartilhar isso:

Assim:


Assista o vídeo: En Los jardines de la Reina Elizabeth II (Janeiro 2022).